Saltar para o conteúdo

NE REVOLUTION–5- PHILADELFIA UNION–1

Agosto 26, 2013

No aproveitar é que esteve o ganho, com dois grandes golos de Kelyn Rowe

 

Não foram preçisos muitos remates á baliza do Philadelfia Union para que o Revolution golea-se o seu anfitrião.

Nem foi preçiso uma grande exibição para que tal aconteçesse, cause todas as oportunidades criadas pela a equipa da casa deram em golo.

E começou çedo, logo na primeira jogada  Lee Nguyen ganhou uma bola á entrada da area e rematou forte para boa dfesa de Zac MacMath, estava dado o primeiro aviso.

Mas na resposta Conor Casey pos á prova a atenção de Matt Reis que defendeu o remate com muita segurança.

E aos 25 minutos o Revolution chegou ao golo, com trez toques a bola foi metida por Jose Gonsalves em Chad Barrett este por sua vez meteu em Kelyu Rowe com este a encher o pé e a bola so parou no fundo da baliza do Philadelfia Union.

E assim chegariamos ao fim dos primeiros 45 minutos com o Revolution na frente do marcador,mas quanto a nos o empate seria o resultado mais çerto.

No Segundo tempo foi um festival de golos, já não me lembro de ver tantos golos em 45 minutos de jogo nada menos do que 5 os golos na segunda metade.

E foram os visitantes a conseguir chegar ao golo, Conor Casey meteu a bola nas costas da defesa do Revolution e Danny Cruz apareçeu isolada passou por Matt Reis e fez o golo da igualdade.

Mas foi sol de pouca dura esta igualdade, e aos 57 minutos a equipa da casa desfaz a igualdade, bola metida en Juan Agudelo este entra pelo lado direito e remata cruzado e o defesa Amobi Okugo ao tentar aliviar a bola mais não fez do que meter a bola na sua baliza.

Mas sete minutos volvidos o golo do jogo, se o primeiro golo de Kelyn Rowe tinha sido um golaço, este foi mesmo um golão, Kelyn Rowe reçebe um passe de Dimitry Imbomgo a uns bons 35 metros da baliza, este enche o pé e a bola entrou no angulo superior esquerdo da baliza de Zac McMath.

Foi sem duvida um golão, um golão de fazer levantar um estádio, e este golo será candidato a golo do ano.

Mas não ia ficar por aqui, é que Diego Fagundez quiz tambem fazer o gusto ao pé, e aos 70 minutos de jogo a um passe de Scott Caldwell fez o 4-1.

Dois minutos foi que que foi preçiso para chegar aos 5,desta feita Juan Agudelo reçebeu um passe de Dimitry Imbomgo e reamtou para fechar a contagem.

No Revolution, pelos golos que marcou Kelyn Rowe foi o melhor em campo, mas Jose Gonsalves na defesa esteve muito bem, Diego fez tambem um bom jogo, e Dimitry Imbomgo entrou muito bem no jogo.

Nos visitantes a equipa perdeu fulgor com a anulação de dois golo seguidos, quanto a no e primeiro foi bem anulado,mas já não posso dizer o mesmo ao segundo, Matt Reis não estava de posso da bola, e a bola estava no relvado e era jogavel, foi o que fez Conor Casey, mas o juiz da partida assim não o entendeu e alegou que o avançado do Union fez falta sobre o guarda redes da equipa da casa.

 

 

Anúncios

From → Uncategorized

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: